Espelhos de Competência e Amor


O Dia das Mães deixou de ser aquela data em que a mulher era homenageada apenas pela sua delicadeza e dedicação à família. Hoje em dia, ser mãe agrega uma série de atribuições e compromissos que faz dela uma pessoa atuante em muitas frentes e que merece homenagem por saber conciliar família, trabalho e metas pessoais.

Faz tempo que o fato de ser mãe já não é mais um empecilho para as mulheres irem à luta no mercado de trabalho. Ao contrário. As empresas, em todos os setores, valorizam, cada vez mais, as experiências pessoais de seus colaboradores como forma de obter resultados positivos em determinadas situações.

Para Adriana Cirino de Almeida (à esq. na foto), funcionária há mais de cinco anos da área de Serviços Gerais do Grupo Farrapos/unidade Vinhedo-SP e mãe do Willian, de 14 anos, a experiência da maternidade acabou diferenciando suas relações com os colegas da empresa. “Eu olho para os mais jovens como se fossem meus filhos”, conta Adriana. “Converso com eles e, muitas vezes, até os aconselho em relação a como agir em determinada situação no trabalho”, explica a colaboradora que, apesar do ritmo puxado entre casa, escola do filho e trabalho, acredita que ser mãe é educar e amar incondicionalmente.

Disciplina e organização são as regras impostas à própria vida pela assistente administrativo financeiro Sílvia Schenatto (à dir. na foto), há 10 anos na unidade Bento Gonçalves-RS. Mãe do Eric, de apenas oito meses, ela também consegue ajustar a maternidade com o trabalho, à custa de muito esforço e dedicação. “Antes de sair amamento, troco fralda, deixo meu filho com a sogra e vou trabalhar”, justifica a colaboradora que também tem afazeres domésticos, faz o filho dormir e ainda troca ideias sobre o dia a dia com o marido. “A jornada fica mais leve quando se pode compartilhar responsabilidades, preocupações, alegrias e dúvidas com seu companheiro”, recomenda ela. Para Sílvia, ser mãe é ter o privilégio de dar ao mundo um ser humano único.

Já a história da atendente comercial do SAC, Catilhana Gomes Viana (foto ao centro), da unidade Fortaleza-CE, revela seu perfil de ‘mãezona’. Bastante querida pelos clientes – uma conquista de apenas 11 meses de empresa –, Cátia, como é carinhosamente chamada, divide seu tempo entre trabalhar, fazer faculdade, ver o filho na casa dos avós, nos finais de semana.

Cátia também concorda que ser mãe lhe trouxe mais responsabilidade no trabalho, que ela considera a melhor parte do seu dia. “Trabalho ao lado de pessoas queridas, compreensivas e muito companheiras”, afirma. Segundo a colaboradora, com a maternidade veio ainda um desejo forte de nunca desistir diante das dificuldades – o que ela atribui mais ao filho Nicolas, de 14 anos. “Ele me diz que sou seu espelho”, conta ela. “Um dia desses eu lhe disse que pensava em desistir da faculdade, por não estar dando conta. E ele me respondeu: e eu? O que será de mim? Em quem irei me espelhar? E depois me encheu de elogios...chorei”.

O Grupo Farrapos deseja a todas as mães, espelhos de competência e amor, um Feliz Dia das Mães, repleto de gratidão!

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags

© 2016 por Grupo Farrapos.