Colocando Ordem na Casa com o SKU


Controlar os produtos armazenados é algo básico e de extrema importância no processo logístico. Por isso deve-se conhecer bem o conceito do SKU (Stock Keeping Unit – Unidade de Manutenção de Estoque), estruturando-o de forma realmente eficaz. Isso pode fazer toda a diferença na manutenção do seu estoque.

SKU é um código identificador que cada produto do estoque recebe. Por meio dele é possível pesquisar e saber exatamente qual produto foi vendido, entregue ou trocado. Ele reúne as especificações de cada item de um mesmo tipo – cor, forma, tamanho etc. Por exemplo: se um caminhão carrega 10 caixas de peças automotivas e 20 caixas de sapatos, estará carregando dois SKUs.

Colocando ordem na casa

Quem trabalha em armazéns sabe como é fácil se perder no meio de tantos produtos e do grande volume de dados manuseados pelos profissionais. O SKU veio para organizar tudo e agilizar esses processos, uma vez que localizar um código é bem mais fácil do que descrever um determinado item a fim de encontrá-lo.

Categorizar produtos também ajudará sua empresa a gerir o estoque e os pedidos, impedindo erros na entrega, mantendo sua logística sempre alinhada às expectativas de pontualidade e agilidade dos seus clientes. O SKU também deve ser único para sua empresa e não deve ser confundido com código de barras. Ele não é identificado por um leitor óptico, mas sim por humanos, facilitando as distinções entre os produtos. Apesar disso, algumas empresas usam códigos de barra como SKU, o que pode causar alguma confusão.

No próximo post, daremos dicas sobre o que deve ser incluído em um SKU, quais os principais erros e como evitá-los. Acompanhe diariamente aqui no blog do Grupo Farrapos.

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags

© 2016 por Grupo Farrapos.