Logística não é só Transporte


Ainda hoje, em meio a tanta informação, tanto leigos quanto os próprios profissionais da área, confundem logística e transporte, ou pior, atribuem o termo “logística” a atividades de transporte.

Por esse motivo decidimos esclarecer. A logística é algo mais abrangente do que o transporte pois inclui ainda atividades de suprimentos e de distribuição.

Desdobrando mais um pouco a logística, antes de embarcar uma mercadoria, qualquer empresa precisa processar informações, desenvolver fornecedores, acionar compras, receber e verificar materiais, embalar e movimentar produtos, estocando-os apropriadamente para preservar sua integridade. É preciso, ainda, planejar e controlar estoques e produção, movimentar e estocar mercadorias, otimizar layouts e fluxos de materiais e pessoas, qualificar colaboradores e parceiros, medir e gerenciar custos, avaliar e auditar a qualidade, entre outros.

Quando entramos na diferença entre os dois tipos de serviço, no transporte a empresa contratada fica responsável pela coleta do produto no embarcador e a sua entrega no destino final. Tudo isso dentro do prazo acordado, na quantidade especificada e sem prejuízos aos itens transportados. Já na logística o mesmo fornecedor deve, além de assumir as responsabilidades citadas acima, gerenciar o fluxo de bens, informação e outros recursos, desde o início até o final da cadeia produtiva. Isso pode envolver processos como transporte, inventário, armazenamento, embalagem e até mesmo a segurança.

Dessa forma, a empresa contratada para logística se torna responsável não somente pelo transporte de um produto finalizado, mas também por seu desenvolvimento ou finalização.

Todos esses processos têm uma importância vital para o negócio, implicando sua viabilidade econômica e em vantagens competitivas.

Baseado no artigo de Daniel Gasnier

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags