Qual o seu estilo de liderança?


Você sabe como você é percebido pelos seus subordinados na empresa? Presidente, diretor, gerente ou supervisor, não importa. Em qualquer cargo de liderança você estará sujeito a diferentes julgamentos por parte dos seus colaboradores ou subordinados.

Conhecer o que eles pensam sobre você é fundamental para que você possa realizar a sua função com a certeza de que poderá contar 100% com a colaboração e boa vontade de todos. Além disso, descobrir a tempo que você não é visto pelos seus subordinados da forma como você esperava pode motivar mudanças de comportamento que podem reverter esta situação, fortalecendo o relacionamento e aumentando, assim, a produtividade.

Por isso, listamos abaixo alguns estilos de liderança mais percebidos e para os quais você deve estar atento e, talvez, até se perguntar: eu me encaixo em algum deles? Estou bem assim? Preciso mudar?

Os estilos de liderança mais comuns são:

Autoritário

Esta é a organização típica de cima para baixo, onde as decisões são tomadas exclusivamente por aqueles que estão no topo. Suas decisões não devem ser questionadas. O maior problema com esse estilo de liderança é que ele cria uma cultura de medo, onde os funcionários têm receio de expressar sua opinião ou dar feedback.

Transacional

Este estilo de liderança lida com as ações do funcionário como se fossem transações. Se ele fizer bem X, ele receberá a recompensa Y. Não há muita emoção envolvida neste estilo de liderança, sendo bastante transacional e meritocrática.

Democrático

Como em qualquer democracia, esse estilo de liderança compartilha a tomada de decisões com os funcionários e tenta proporcionar, na medida do possível, igualdade para todos no local de trabalho. Devido à sua inclusão, os funcionários geralmente são mais produtivos e felizes no trabalho quando os líderes praticam isso. As desvantagens potenciais são em situações em que uma decisão clara precisa ser tomada e um empregado se aproveita da natureza gentil do líder para postergá-la ou boicotá-la. É por isso que a contratação das pessoas certas é tão importante.

Laissez-faire

De todos eles, este é o estilo de liderança mais relax. Ele dá controle total aos funcionários sobre suas decisões e sobre o que eles trabalham. Esta forma de liderar costuma ser encontrada em estruturas organizacionais que pregam a autogestão. O segredo para fazer isso funcionar é ter uma confiança incomum em seus funcionários.

Cada vez mais, o mundo corporativo recebe líderes que assumem estilos de liderança emocional, incluindo funcionários na tomada de decisões e tentando, de forma adequada, colocar-se em um patamar de igualdade com seus subordinados.

As empresas estão percebendo que um estilo autoritário, onde o poder emana do topo, simplesmente não funciona mais. Os funcionários são mais inteligentes e mais educados no mundo de hoje e estão procurando um estilo mais democrático em um líder.

Eles querem ser incluídos e sentem que fazem parte do processo de tomada de decisão. Eles precisam se sentir no mínimo incluídos e respeitados, se você, líder, quiser que eles estejam totalmente envolvidos.

No próximo post, falaremos sobre os principais erros de liderança e como corrigi-los para um maior ganho de produtividade na empresa onde você trabalha. Até lá!

Fonte de pesquisa: õfficevibe.com

Tradução e adaptação de conteúdo: Grupo Farrapos

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags