Como proteger seu Centro Logístico contra incêndio


Os últimos incêndios em centros logísticos noticiados recentemente pela mídia nacional, como o de uma conhecida distribuidora de remédios no Rio de Janeiro, leva o setor de logística a refletir ainda mais sobre um assunto sério: a segurança contra acidentes, mais especificamente contra incêndios, nesses galpões. Mas por que, mesmo atendendo à legislação, esses locais têm sofrido com grandes incêndios?

Por exigência do mercado, hoje em dia as mercadorias armazenadas em centros logísticos devem estar disponíveis 24 horas por dia, em muitos casos, just in time (JIT), para manuseio e distribuição. A maioria dos modernos armazéns e centros de distribuição já satisfaz este requisito, embora também seja verdade que toda esta concentração de materiais em um mesmo ambiente aumenta o nível de dependência entre os vários processos produtivos envolvidos e o risco de incêndios, causando possíveis interrupções da cadeia de fornecimento.

A boa notícia é que é possível evitar a ocorrência de paradas por incêndio, analisando os riscos e inspecionando equipamentos. Portanto, fique de olho:

1. Em qualquer defeito em equipamentos elétricos, de refrigeração e descongelamento em armazéns frigoríficos, painéis de controle, motores elétricos e baterias aumenta o risco de incêndio;

2. Em trabalhos de solda e reparação em equipamentos próximos a áreas de manuseio de pedidos e conferência de mercadorias podem gerar faíscas e causar fogo;

3. Na presença de embalagens de papelão e plástico, bem como pallets de madeira e recipientes de plástico, pois eles contêm alta carga térmica, podendo causar incêndio. Os gases de combustão podem acelerar a propagação do fogo, fazendo com que as chamas cheguem ao teto do armazém em pouco tempo;

4. Em possíveis mudanças no depósito, tais como alterações na quantidade e no tipo de produto armazenado, a altura das prateleiras etc. para que o sistema de prevenção a incêndio possa ser readequado a essas condições. Especialistas afirmam que locais de estocagem de produtos de diversas categorias devem ter seu sistema contra incêndio projetado para uma carga maior de incêndio;

5. Na realização de inspeções e manutenções periódicas, pois elas revelam o status de funcionamento do sistema de proteção contra incêndio e podem sinalizar, preventivamente, possíveis falhas;

6. Na instalação de sprinklers (chuveiros automáticos). Eles devem ser instalados de forma adequada, pois ajudam a prevenir princípios de incêndios e garantem a segurança física, patrimonial e financeira de sua empresa. Por serem acionados automaticamente durante um incêndio, eles evitam ou minimizam os prejuízos e diminuem de forma significativa o risco de morte.

Por que proteger seu centro de distribuição?

> Assegurar a vida e condições de trabalho dos colaboradores e de todas as pessoas envolvidas no centro logístico de sua empresa;

> Manter a operação da cadeia logística sem paradas e prejuízos, bem como a disponibilidade da mercadoria;

> Evitar danos às mercadorias e instalações, por fogo ou fuligem;

> Fornecer proteção permanente contra incêndio sem que o trabalho da equipe, a integridade do estabelecimento, da mercadoria, da cadeia logística e das áreas de produção do armazém seja afetada.

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags

© 2016 por Grupo Farrapos.