Você leva seu pet de estimação para a estrada? Veja os prós e os contras


Hoje em dia, quase todo mundo tem animal de estimação. Muitos deles até viram mascote de empresas, onde passam a circular livremente entre mesas e computadores, levando alegria e relaxamento aos funcionários. Não importa se adulto, criança ou idoso, os pets têm feito companhia a pessoas de todas as idades e profissões. Com os caminhoneiros autônomos não é diferente.

Repare bem em qualquer parada de caminhões ou área de descanso e você verá uma vasta gama de animais de estimação saindo dos veículos para tomarem um pouco de ar fresco. Os mais comuns são cães e gatos, embora existam alguns mais exóticos, como pássaros e cobras, circulando com seus humanos. Mas nem todas as transportadoras permitem que seu pet seja seu ‘copiloto’. Eles são mais comuns entre autônomos.

Alívio do estresse e segurança

Há muitos benefícios em ter um animal de estimação na estrada. Eles aliviam o estresse e a solidão, obrigam o motorista a sair da cabine para tomar ar fresco e podem até fornecer segurança. Sandy Long, motorista e colaboradora do blog ‘Women in Trucking’, conta que ela tinha um gato que beliscava sua mão toda vez que alguém chegava perto do caminhão enquanto ela dormia. Long também tinha uma cadelinha de 12 anos que acumulou mais de um milhão e meio de quilômetros e ficava brava se alguém se aproximasse demais dela.

Mas nem tudo são flores na estrada com seu pet. Há também as desvantagens em ter um peludo na cabine. Veja abaixo algumas coisas que podem atrapalhar sua viagem quando seu pet estiver junto. Eles podem causar danos visíveis e invisíveis. Reflita se você está preparado para lidar com essas situações.

1. Pelos espalhados pela cabine do caminhão podem entupir os filtros e os dutos do ar condicionado;

2. Alguns animais têm dificuldade em fazer suas necessidades fora do caminhão e acabam fazendo dentro dele, resultando em trabalho para limpar e mau cheiro;

3. Alguns motoristas levam seus animais para os clientes conhecerem. Isso pode ser um ‘tiro no pé’, pois muitos podem não gostar de animais e recomendar ao seu contratante que você não apareça mais por lá;

4. Animais podem trazer ácaros, pulgas e carrapatos para dentro da cabine, causando coceiras e até doenças. Se você compartilha seu caminhão com outro colega da empresa, isso pode lhe causar problemas, caso ele comece a se coçar também... O caminhão terá então que ser fumigado, trazendo mais custos para a transportadora;

5. Estar na estrada com um animal de estimação exige muito mais responsabilidade, observação e controle do que se ele estivesse em casa, em um quintal cercado. Por isso, antes de sair do caminhão para passear com ele, examine a área verificando se o chão está limpo ou se possui obstáculos que possam ferir ou afetar a saúde do seu pet e a sua própria, tais como restos de remédios, fluidos corporais, comida estragada etc. Infelizmente, essas coisas podem ser encontradas em áreas próximas às paradas de descanso, por exemplo;

6. Fique atento às coisas ruins para animais de estimação que a natureza oferece, como urtigas, formigas e cobras, muito comuns em grama alta;

7. Uma das coisas piores que podem ser facilmente esquecidas é o anticongelante que gotejou ou vazou no chão. Esta substância usada para a refrigeração do motor é mortal para os animais. Até mesmo uma lambida em suas patas sujas com este líquido pode matá-los;

8. Alguns motoristas imprudentes passeiam com seus animais onde nunca deveriam, como em postos de combustíveis ou supermercados, deixando que eles façam suas necessidades em qualquer lugar. Inadmissível. Não é de se admirar que alguns estabelecimentos comerciais não permitam animais de estimação em sua propriedade.

Na verdade, é muito difícil fazer um caminhoneiro que pilota com pet desistir de levar seu companheiro nas suas viagens, mesmo quando ele tem que perseguir o dito por todo o estacionamento, quando ele foge, e depois simplesmente encontrá-lo debruçado, calmamente, na janela do veículo esperando por seu dono; mesmo quando ele tem que sair da boléia quentinha para a friagem ou para a chuva, para permitir que o bicho faça suas ‘coisas’.

Enfim, apesar de todos os contras, muitos motoristas afirmam que o amor incondicional pelo animal e suas travessuras bobas tornam o trabalho mais fácil, na maior parte do tempo, e a vida mais plena.

Se você é um profissional autônomo, você pode decidir que tipo de animal de estimação você quer ter ou carregar com você pela estrada afora. Mas se você é contratado de alguma empresa, certifique-se de que ela permita que você os tenha como companhia. Pense sempre nos prós e nos contras e seja um dono de animal responsável. Eles valem a pena.

Fonte de pesquisa: Women in Trucking

Tradução e adaptação de conteúdo: Claudia Rachid

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags