Como escolher seu truck usado ou seminovo


Chegou a hora de você finalmente comprar o seu primeiro caminhão, mas surge aquela dúvida entre um zero quilômetro ou um seminovo. Afinal, você trabalhou muito para a chegada deste dia e sabe que antes de decidir é melhor pensar em custo-benefício. Além do próprio orçamento, é preciso levar em conta os custos com manutenção e as taxas de juros das financeiras.

Na verdade, não há escolha melhor que a outra. Há, sim, situações diferentes. E se você optou, neste momento, por um modelo usado ou seminovo, aqui vão algumas dicas para a compra segura e satisfatória do seu primeiro caminhão. Boa sorte e pé na estrada!

1. Pesquise

Antes de comprar, pesquise nos sites especializados e não apenas nas lojas físicas. É uma boa forma de comparar motor, carroceria e outros itens de modelos semelhantes. O mercado de usados e seminovos oferece muitos veículos já equipados com todo tipo de acessório. Mas lembre-se de inspecionar pessoalmente o caminhão escolhido antes de fechar negócio.

2. Planeje

Há uma frase bastante pertinente que diz: “nada é tão urgente que não possa ser planejado”. Portanto, antes de comprar, defina exatamente o que você quer e não perca o foco: marca, ano, modelo, quanto você pretende investir e para que tipo de carga ele será usado. Pesquise na internet os preços em tabelas de mercado, como a FIPE, por exemplo. E lembre-se: desconfie de preços muito baixos e de vendedores com pressa em vender. Na dúvida, vá para casa e pense melhor. E se optar por pagar à vista, peça um desconto.

3. Tome cuidados

Local de compra: seja em sites de compra ou concessionárias, a loja deve ser segura e confiável. Dê preferência às especializadas e de referência no mercado. O revendedor deve oferecer garantia por escrito e dispor de estrutura própria para executar reparos, caso necessário.

Procedência: de onde vem o caminhão que você pretende comprar e que tipo de serviço ele fazia antes de ser colocado à venda? Observe se há desgastes excessivos na suspensão. Eles podem ser sinal de muito uso. O ideal é adquirir um veículo que já tenha trabalhado com materiais leves.

Documentação: verifique se a documentação do veículo está atualizada. Ela pode estar bloqueada judicialmente ou ter outros problemas, principalmente se o caminhão é comprado de empresas falidas ou pessoas endividadas.

Estado e Manutenção: observe o estado do veículo, se ele vai exigir muitos reparos e se a quilometragem é muito alta. O que você terá que gastar pode não compensar a compra. Mas muitos especialistas afirmam que, muitas vezes, um veículo que rodou muito, mas tem manutenção conforme especificações do fabricante, é superior a outro com baixa quilometragem e manutenção inadequada. Compare.

Inspeção: avalie criteriosamente o estado da mecânica do veículo, os equipamentos e itens de segurança. Isso inclui avaliar as condições de:

- pneus;

- rodas e rolamentos;

- lataria;

- chassi;

- motor;

- freio;

- válvulas;

- caixa de câmbio;

- parte interna do caminhão;

- cabine e tapeçaria;

- faróis;

- portas e frisos;

- interior e tampa do capô;

- borrachas, para-lamas, arestas, tampas e bagageiros;

- rodas, rolamentos, buchas e pivôs;

- suspensão, molas e junções;

- alinhamento e balanceamento;

- pintura da cabine e do chassi;

- plaqueta e número de identificação do chassi e do motor;

4. Teste

Por fim, antes de comprar seu caminhão usado ou seminovo, faça um teste drive testando seu desempenho em subidas e observe se as marchas engatam facilmente, se há barulhos estranhos e se há excesso de fumaça branca saindo do escapamento. Pode ser um sinal de que o motor pode ‘bater máquina’ a qualquer momento.

Boa sorte!

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags

© 2016 por Grupo Farrapos.