10 motivos para você praticar Gratidão


Nos últimos 15 anos, uma série de estudos documentaram os benefícios sociais, físicos e psicológicos da gratidão para a maioria das pessoas que praticam este sentimento, mesmo em meio a adversidades.

Por isso, separamos abaixo 10 das principais razões baseadas nos estudos de um dos mais importantes especialistas no tema, Robert Emmons, e na pesquisa da especialista em felicidade, Sonja Lyubomirsky, para praticarmos a gratidão.

1) Gratidão nos traz felicidade. A prática da gratidão provou ser um dos métodos mais confiáveis ​​para aumentar a felicidade e a satisfação com a vida; também aumenta sentimentos de otimismo, alegria, prazer, entusiasmo e outras emoções positivas.

2) Gratidão ajuda a reduzir ansiedade, depressão em pessoas com doenças crônicas, podendo ser muito útil aos tratamentos.

3) Gratidão é bom para o nosso corpo: estudos de Emmons e seu colega Michael McCullough sugerem que a gratidão fortalece o sistema imunológico, reduz a pressão sanguínea, reduz os sintomas da doença, nos deixa menos sensíveis a dores e sofrimentos e nos encoraja a nos exercitarmos mais e cuidar melhor da nossa saúde.

4) Pessoas gratas dormem melhor: elas dormem mais à noite, passam menos tempo acordadas antes de adormecer e se sentem mais descansadas ao acordar. Se você quiser dormir mais profundamente, conte bênçãos, não ovelhas.

5) Gratidão nos torna mais resilientes, ajudando-nos a nos recuperar de eventos traumáticos, incluindo veteranos de guerra portadores de TEPT, vítimas de desastres naturais e pessoas que vivem em locais de conflitos políticos violentos.

6) Gratidão fortalece os relacionamentos e nos faz sentir mais próximos e mais comprometidos com amigos e pares românticos. Quando os parceiros sentem e expressam gratidão um pelo outro, ambos ficam bem mais satisfeitos na relação. A gratidão também pode encorajar uma divisão mais equitativa do trabalho entre os parceiros.

7) Gratidão promove o perdão - mesmo entre ex-cônjuges após o divórcio.

8) Gratidão nos torna seres mais altruístas. Pessoas agradecidas são mais prestativas e compassivas - em outras palavras, mais pró-sociais.

9) Gratidão é bom para as crianças: pequeninos de seis ou sete anos são mais generosos quando se sentem agradecidos. Adolescentes agradecidos tendem a ser mais resistentes. Quando jovens de 10 a 19 anos praticam gratidão, relatam maior satisfação com a vida, mais emoções positivas e sentem-se mais conectados à sua comunidade.

10) Gratidão é bom para as escolas: estudos sugerem que os alunos se sentem melhor com relação ao ambiente escolar; os educadores se sentem mais satisfeitos e menos exaustos emocionalmente, reduzindo seu desgaste como professor.

Conteúdo traduzido e adaptado de Greater Good Magazine

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags