Otimista, mercado logístico está entre os mais promissores em 2019


Não é preciso muita pesquisa para se concluir que os empreendedores brasileiros têm como uma de suas principais características o otimismo. O enfrentamento corajoso a tantos reveses econômicos ocorridos nos últimos anos, incluindo uma severa e recente recessão, deu aos sobreviventes a força necessária para seguirem em frente e prosperar. No setor de logística não é diferente.

Em 2019, empreendedores e investidores deste segmento têm fortes razões para serem otimistas. É consenso entre estudiosos deste mercado que este ano deve ser um dos mais promissores no Brasil. Isto se deve, principalmente, pela entrada de um novo governo, abrindo possibilidades de novos acordos com o setor de logística, e o fortalecimento da internet. Como resultado, esperam-se números ainda melhores nos próximos trimestres.

É o que também sugere, por exemplo, o conteúdo intitulado ‘O QUE ESPERAMOS DO SETOR DE LOGÍSTICA EM 2019?’, publicado no blog ‘Logística’. A ideia, segundo o artigo, é que os empresários apostem nesta filosofia otimista para transformá-la em faturamento real.

Expectativas para 2019

Conforme dados da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) anunciados recentemente pelo blog FARRAPOS, o PIB do setor registrado em 2018 é um bom indicador de aumento da economia nacional em até 2%, em 2019. Ainda que os números sejam tímidos, eles podem ser vistos como impulsionadores da economia, trazendo boas perspectivas para fabricantes, lojistas, prestadores de serviços e consumidores.

O e-commerce é outra aposta do setor para este ano. O crescimento deste mercado, que espera um incremento de 15% em 2019, impacta diretamente os processos logísticos, uma vez que eles abrigam serviços de cross-docking, picking, logística promocional, transporte e distribuição, entre muitos outros.

Nem só de expectativas vive o otimismo demonstrado a cada ano pelos investidores e empresários brasileiros do mercado logístico. Existem razões concretas de ser. Entre elas, o fortalecimento crescente dos cenários produtivos e o aumento da confiança entre quem fornece e quem contrata serviços.

Conteúdo: Claudia M Rachid

Fontes de pesquisa: Blog Logística | CNT

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags