31/5 – Dia Mundial sem Tabaco: o medo de falhar não pode superar a vontade de conseguir


Os danos à saúde provocados pelo uso do tabaco são uma preocupação no mundo inteiro. Apesar da crescente queda no consumo do cigarro, o Brasil registrou, em 2017, a morte de 27.833 pessoas, só em decorrência de câncer de pulmão. Para alertar a população sobre as doenças e mortes relacionadas ao tabaco que podem ser evitadas, o dia 31 de maio foi escolhido como Dia Mundial sem Tabaco. Para 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu então sua campanha sob o tema “Tabaco e saúde pulmonar”.

O câncer e outras doenças respiratórias decorrentes do tabagismo impactam não apenas a expectativa de vida das pessoas, mas também os sistemas público e privado de saúde. Segundo pesquisa do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer (INCA), se somadas, as doenças relacionadas ao tabaco oneram esses sistemas em cerca de 40 bilhões de reais/ano.

A ideia da campanha é aumentar a conscientização sobre o perigo do uso do tabaco e do fumo passivo para a saúde, uma vez que eles provocam câncer de pulmão e outras doenças respiratórias crônicas, tais como enfisema, asma, bronquite e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), além de processos alérgicos, como rinite, tosse, conjuntivite etc.

Motivos para parar de fumar

Parar de fumar sempre vale a pena em qualquer momento da vida, mesmo que o fumante já esteja com alguma doença causada pelo cigarro, tais como câncer, enfisema ou derrame. A qualidade de vida melhora muito ao deixar este hábito.

Veja o que acontece se você parar de fumar agora:

> Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal.

> Após 2 horas, não há mais nicotina circulando no sangue.

> Após 8 horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza.

> Após 12 a 24 horas, os pulmões já funcionam melhor.

> Após 2 dias, o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já degusta melhor a comida.

> Após 3 semanas, a respiração se torna mais fácil e a circulação melhora.

> Após 1 ano, o risco de morte por infarto do miocárdio é reduzido à metade.

> Após 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.

Segundo o INCA, o tabaco fumado, em qualquer uma de suas formas, é responsável por até 90% de todos os cânceres de pulmão. Portanto, quanto mais cedo parar de fumar menor o risco de adoecer.

Quer parar de fumar?

Equivocadamente muitas pessoas acreditam que o tabagista é um “viciado", “sem força de vontade", “que não deixa de fumar porque não quer". Não é isso. Na verdade quem fuma sofre de dependência química, ou seja, é alguém que ao tentar deixar de fumar, se defronta com grandes desconfortos físicos e psicológicos que trazem sofrimento, e que pode impor a necessidade de várias tentativas até que finalmente consiga abandonar o tabaco.

Entender o que acontece com o tabagista e suas tentativas de parar de fumar é fundamental para que se possa ter a real dimensão do problema. Portanto, se você quer parar de fumar comece escolhendo uma data para ser o seu primeiro dia sem cigarro. Este dia não precisa ser um dia de sofrimento. Faça dele uma ocasião especial e procure programar outra coisa que goste de fazer para se distrair e relaxar.

Saiba mais! Acesse na biblioteca do INCA os materiais do tratamento do tabagismo.

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags

© 2016 por Grupo Farrapos.