Gasolina e diesel têm nova alta – conheça alguns mitos e verdades sobre o tema


Mais uma alta de preços da gasolina e do diesel foi anunciada ontem (18) aos clientes da Petrobras e passa a vigorar hoje (19). Após 53 dias de estabilidade, o litro da gasolina teve um reajuste de R$0,05 nas refinarias, representando um aumento médio de 2,7%. Segundo a Folha Online, o diesel também terá alta de 1,2%, um reajuste de R$0,026 por litro.

Apesar de ainda não constar oficialmente no site da empresa, a informação trazida pela Folha Online é de que os reajustes acompanham a evolução do petróleo (o barril Brent fechou a US$63,30) e do dólar, que bateu a R$4,206 nesta segunda-feira.

De acordo com o Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), até ontem o combustível saía das refinarias da estatal a R$1,8054/l em média. Com o reajuste, o litro da gasolina passará a R$1,8554. Já o diesel, sai de R$2,1877 para R$2,2137/l.

Essas e outras variações de preços anteriores geraram bastante notícia sobre a origem das mesmas, porém, muitos consumidores ainda têm dúvidas. Por isso, o blog FARRAPOS separou alguns mitos e verdades sobre o tema. Confira a seguir:

PREÇO DA GASOLINA – MITO X VERDADE

A Petrobras define sozinha o preço final da gasolina.

O preço também vem da carga tributária, distribuição (políticas comerciais de postos e distribuidoras), etanol obrigatório e revenda.

A Petrobras é responsável pelo preço final da gasolina.

Grande parte do preço vem da carga tributária e varia de acordo com o estado. Os preços são livres nos postos e a Petrobras é apenas um dos agentes na produção e na comercialização da gasolina no Brasil.

A Petrobras tem o monopólio da produção de gasolina.

O mercado nacional é aberto a outras empresas.

A porcentagem de mistura de etanol (álcool anidro) à gasolina só faz crescer com o passar dos anos.

Desde março de 2015, o percentual obrigatório de etanol anidro combustível é de 27% na gasolina comum, e de 25% na gasolina premium.

O valor cobrado pelas refinarias da Petrobras representa 75% do preço final da gasolina.

O preço final da gasolina ao consumidor representa apenas 30% do valor cobrado às distribuidoras pelas refinarias da Petrobras. Já o do diesel chega a 50%.

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags

© 2016 por Grupo Farrapos.