Medidas compensatórias pretendem barrar alta no preço do petróleo no Brasil


Os primeiros dias do ano foram marcados pela alta no preço do petróleo, causada pela morte do general iraniano Qassem Soleimani, durante um bombardeio norte-americano, na última sexta-feira.

As tensões no Oriente Médio fizeram o barril Brent alcançar a marca dos US$70 e os contratos futuros deste petróleo fechar a US$68,91/barril.

Para que o Brasil e seus consumidores não sintam os efeitos desta crise no setor, o Governo planeja mecanismos de compensação, ainda não definidos, para o preço dos combustíveis no mercado interno.

Segundo o Ministério das Minas e Energia, uma hipótese é a criação de impostos sobre o aumento dos preços do combustível. Outra medida seria a criação de um fundo compensatório, para amortizar possíveis picos de altas no preço do petróleo, abastecido pelos royalties arrecadados com o aumento da produção nacional do insumo.

Por fim, outra medida sugerida é que os estados reduzam o ICMS (imposto sobre circulação de mercadorias) sempre que o petróleo subir.

Todas essas sugestões ainda precisam ser aprovadas oficialmente.

#petróleo #combustíveis #economia #setordeenergia #preçodopetroleo #barrilbrent #qassemsolemani #crisedopetroleo #estadosunidoseirã #grupofarrapos

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
Assine
Tags

© 2016 por Grupo Farrapos.